Dicas para emagrecer de modo saudável, dietas de emagrecimento acompanhadas de exercícios físicos. Emagrecer como técnica de saúde e bem-estar. Pretendemos reunir toda a informação relevante sobre o tema emagrecer e perder peso, dietas e calorias.


Dieta Macrobiótica

Na década de 1880, o médico japonês Sagen Ishizuka afirmou que vários dos problemas de saúde mais comuns poderiam ser tratados por meio de uma alimentação que incluísse mais cereais integrais, como o arroz, e também mais verduras.
No início do século XX, George Ohsawa, escritor americano de origem japonesa, seguiu a dieta de Ishizuka e lhe atribuiu a cura da tuberculose de que sofria. Desenvolveu então um sistema dietético baseado nas idéias do médico japonês e o batizou de "macrobiótica", termo derivado das palavras gregas que significam "grande" e "vida".
Atualmente, dezenas de milhares de pessoas, do Oriente e do Ocidente, seguem a dieta desenvolvida por Ohsawa, que se materializou na forma de um sistema nutricional que pode ser definido se como "uma dieta vegetariana mais ou menos restrita".
Essa baixa restrição é o segredo da dieta, explica a nutricionista do Medplan, Ana Maria dos Santos e Silva. "Nesse tipo de dieta, há uma preferência de carnes brancas a vermelhas. O problema é a pouca ingestão de proteínas, que podem ser compensadas com a inserção de derivados da soja na dieta, e a baixa ingestão do Ferro-M, variante do nutriente que facilita a absorção dos outros tipos de ferro. Mas nada que o acompanhamento de um nutricionista não resolva", coloca ela.

Dieta e menu do equilíbrio macrobiótico
 
Uma dieta macrobiótica adequada pode conter os seguintes alimentos, que contribuem para o equilíbrio interno do adepto:

- Cereais integrais como arroz integral, aveia, centeio, trigo, trigo sarraceno, milho, cevada e derivados (farinha, pão, massas);
- Verduras e vegetais marítimos são recomendados em abundância. Estes produtos são utilizados para melhorar o sabor e o valor nutritivo dos pratos;
- Vários tipos de frutas frescas da área onde se habita que deve incluir alguns produtos cítricos;
- Leguminosas. Lentilhas, grãos-de-bico, favas, ervilhas, assim como soja e seus derivados, como o tofu (queijo de soja);
- Sopas. Costuma incluir feijões e lentilhas, além de ingredientes orientais como o "missô" (soja fermentada) e o "shoyu" (molho de soja).
- Sementes e frutos secos. Sementes de abóbora, de girassol, gergelim, amendoim, amêndoa, avelã, nozes, castanhas.
Pode consultar um menu para a dieta macrobiótica aqui.

Fonte
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL